Circuito Arte Sacra em Recife


Roteiro que contempla alguns dos mais significativos exemplares da arte sacra pernambucana, com rico acervo exposto em algumas das mais belas igrejas do país.

 

Sugestão de visitas:

 

  • Capela Dourada - Capela Franciscana, a sua construção data do século XVII em uma época de grande prosperidade na região, tem uma rica decoração barroca com talhas de madeira cobertas de aplicações em ouro que cobrem paredes e teto intercaladas por painéis pintados em madeira. Integra o Museu franciscano de arte sacra. (Cobra taxa de visitação).

 

  • Igreja de Nossa Senhora da Conceição dos Militares - Está situada na rua Nova, no bairro de Santo Antônio, bem no coração da cidade do Recife. Os militares do Terço da vila de Santo Antônio do Recife, no dia 19 de março de 1725, solicitaram a criação de uma Irmandade dos Militares e a construção de uma igreja, sob a invocação de Nossa Senhora da Conceição; Possui painel retratando a Batalha dos Guararapes, riquíssimas talhas no forro e painéis retratando a Virgem Maria, inclusive um com a representação da mãe de Jesus grávida.

 

  • Conjunto Carmelita do Recife - Em 1654 a Ordem do Carmo se estabeleceu no Recife. Em 1665, o Capitão Diogo Cavalcanti Vasconcelos deu início às obras de construção da Basílica de Nossa Senhora do Carmo mandando executar, às suas expensas, a capela-mor, sem a licença real que só foi concedida em 8 de março de 1687. Neste mesmo ano o Palácio da Boa Vista, erguido por João Maurício de Nassau foi doado à Ordem para ser integrado ao complexo da Basílica e do Convento. O templo foi concluído quase cem anos mais tarde, em 1767.A igreja é vizinha do Convento do Carmo, onde Frei Caneca fez seus votos religiosos e ordenou-se sacerdote, e onde, presume-se, está enterrado. Integram o conjunto o convento, a Basílica do Carmo e a igreja de Santa Teresa D’Ávila da Ordem Terceira do Carmo, que possui vasto acervo de pinturas dedicadas à Santa Teresa, feitas por João de Deus Sepúlveda.

 

  • Matriz de Santo Antônio - Situado na Praça da Independência, sendo um exemplar de arquitetura barroca que preservou ao longo dos anos suas características originais. No local, hoje ocupado pela Igreja, haviam trincheiras construídas pelos invasores holandeses e a sua Casa da Pólvora. Depois de sua expulsão do Brasil o terreno desocupado foi adquirido pela Irmandade do Santíssimo Sacramento, para construção de uma igreja, que foi concluída em 1790. Destaque para o altar da Piedade, imagens dos Reis Magos e de São Jorge.

 

  • Concatedral de São Pedro dos Clérigos do Recife - Construída em 1782, difere-se das demais igrejas barrocas do centro da cidade por sua verticalidade. Na fachada, trabalhos em cantaria chamam a atenção com colunas, conchas e seres míticos como sereias. A nave octogonal abriga diversos altares de rica expressão e no forro a obra prima da pintura barroca pernambucana, obra de Jão de Deus Sepúlveda.

 

Tempo estimado:

3h

Melhor horário:

Manhã/tarde

Espaço público:

Sim / Não

Possível de fazer a pé:

Sim