Circuito Cícero Dias


Este trajeto tem sua homenagem ao pintor modernista Cícero Dias (1907-2003), nascido no engenho Jundiá, no município de Escada a 63 km do Recife. Foi para o Rio de Janeiro em 1920 com treze anos onde foi interno do Mosteiro de São Bento, mais tarde conheceu os modernistas de seu tempo e passou a estudar pintura realizando sua primeira exposição individual em 1927. Sua atividade mais intensa no Brasil, após exposições modernistas em Paris, Nova York e Lisboa, se deu em 1948 com interesse ativo por murais. Sua próxima fase em 1960 pintou diversas telas com retratos de mulheres. Em 2000 inaugurou em Recife uma praça projetada por ele mesmo, uma revitalização da Praça Rio Branco onde criou um grande círculo com uma Rosa dos Ventos no centro. Era amigo de Gilberto Freyre e foi ele que ilustrou a primeira edição do livro Casa-Grande e Senzala.

 

Sugestão de visitas:

 

  • Memorial Cícero Dias - Localizado na Secretaria da Fazenda onde existem três de seus painéis, inclusive, o primeiro mural abstrato da América Latina; A edificação é um dos primeiros prédios modernistas de Pernambuco.

 

  • Museu do Estado de Pernambuco - Um antigo palacete do século XIX que pertenceu ao filho do Barão de Beberibe dispõe do espaço Cícero Dias inaugurado em 2003 com capacidade para abrigar exposições de médio e grande porte, além de abrigar o Centro de Documentação Cícero Dias;
    (cobra taxa de visitação) Avenida Rui Barbosa, 960, Graças. 3184-3174

 

  • Casa da Cultura - Antiga casa de detenção do Recife finalizada em 1867 abriga um painel pintado por Cícero Dias retratando a Revolução de 1817 e o martírio de Frei Caneca;Cais da Detenção, s/n, Santo Antônio. Seg a sex 09h – 19h, sab 09h – 18h e dom 09h-14h.

 

  • Marco Zero do Recife - Local da Praça Rio Branco, a "nova praça" foi projetada pelo pintor Cícero Dias. No seu centro se encontra uma enorme obra de arte inspirado em sua obra “Eu vi o mundo e ele começava no Recife”.

 

 

Tempo estimado:

3h

Melhor horário:

Manhã/tarde

Espaço público:

Sim/Não

Possível de fazer a pé:

Não