Circuito da Influência Francesa


Este roteiro propõe uma viagem no tempo até o século XIX e pelas localidades que receberam essa forte influência que deixou traços neoclássicos na construção de importantes monumentos históricos.

 

Sugestão de visitas:

 

  • Praça do Marco Zero - As ruas se abrem a partir de um ponto central, a Avenida Rio Branco e a Rua Marquês de Olinda originam-se no Marco Zero, se assemelhando ao traçado da capital francesa. De costas para o mar, as ruas se abrem em linha reta, como a palma de uma mão, com edificações que obedeceram à influências francesas de urbanismo no início do século XX.
  • Mercado São José - O mais antigo edifício pré-fabricado em ferro no país foi projetado por Jean Louis Lieuthier, em 1871, e inaugurado em sete de setembro de 1875, inspirado no Mercado de Grenelle, de Paris;
  • Pontes Maurício de Nassau e Santa Isabel - A Ponte Maurício de Nassau liga o bairro de Santo Antônio ao bairro do Recife Antigo. Primeira ponte de madeira construída sobre o rio Capibaribe, e a primeira de grande porte no Brasil. Erguida no período holandês, apresenta hoje estátuas em ferros vindas da mesma fundição francesa que fez a Estátua da Liberdade.
  • Teatro de Santa Isabel e Praça da República - A primeira e mais evidente obra do engenheiro francês Louis LégerVauthier, inaugurado em abril de 1869. O monumento divide o cenário com a Praça da República, lugar de descanso lúdico das filhas dos Imperadores do Brasil, à época da visita da família Imperial à Pernambuco; Além do teatro neoclássico, a praça apresenta grande conjunto de estátuas em ferro de deusas greco-romanas.
  • Casario neoclássico da Rua da Aurora, Assembleia Legislativa e Ginásio Pernambucano - Ao longo da Rua que por ser virada para o leste, o nascente, recebeu o nome de Aurora comprova-se a influência francesa no casario.

 

Tempo estimado:

2h30

Melhor horário:

Manhã/tarde

Espaço público:

Sim

Valor:

Grátis

Possível de fazer a pé:

Sim