Circuito da Influência Holandesa no Recife


Este circuito relembra a influência Flamenca na história da cidade marcada por suas inovações trazidas pelo Conde Maurício de Nassau e pelas constantes lutas travadas contra os colonizadores portugueses, o roteiro sugere os principais locais que compõem está influência.

 

Sugestão de visitas:

  • Forte do Brum - Construído pelos Portugueses em 1626 e finalizado com participação holandesa em 1630. Em 1987 foi inaugurado o Museu Militar do Forte do Brum; (cobra taxa de visitação)
  • Cais da Alfândega - Localizado as margens do Capibaribe funcionou desde a ocupação holandesa, o Porto do Recife ainda tendo passado por vários usos como cooperativa e armazéns de produtos;
  • Praça da República - Sua origem remonta do período de Maurício de Nassau, lugar que reunia uma equipe de cientistas, artistas e humanistas. Local concebido com o início do plantio de um parque natural para o Palácio de Friburgo;
  • Sítio Trindade – O Sítio histórico situado no bairro de Casa Amarela foi um ponto de resistência dos Portugueses a dominação holandesa, sendo possível hoje, ver ruínas da antiga fortificação que existiu no local.
  • Praça de Casa Forte - Jardim Público idealizado por Burle Marx em 1934, tem este nome devido a um Antigo Engenho de mesmo nome, presença de lutas históricas entre holandeses e colonos;
  • Forte das Cinco Pontas - Construção holandesa datada do século XVII, protegendo importantes cacimbas de água potável para a subsistência da população daquele tempo. Abriga hoje o Museu da Cidade do Recife (Grátis)

Tempo estimado:

4h

Melhor horário:

Manhã/tarde

Espaço público:

Sim/Não

Valor:

Grátis

Possível de fazer a pé:

Não